quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Templo Suspenso - Datong


A visita à China não deixa ninguém indiferente seja por que motivo(s) for(em), mas sem dúvida que sair das grandes urbes e procurar experiências mais genuínas traz um grande alento à viagem.
A cerca de 60 km da cidade de Datong, na província de Shanxi, está situado o Templo Suspenso (também conhecido por Xuankong Si), "incrustado" na montanha Heng Shan.
É assombroso o momento em que a consciência nos faz pensar acerca da segurança do espaço em questão. O templo está sustentado por estreitos pilares de madeira e os vários salões existentes foram escavados na gruta e revestidos por madeira há mais de 1500 anos.
A experiência da subida a este lugar é, acima de tudo, vertiginosa. Um total desafio aos que temem as alturas. Subimos por estreitos e pouco fiáveis degraus, sempre a contar com muitas paragens para deixar passar os que descem e que são sempre muitos e essencialmente chineses. Desafiamos o medo e encaramos de frente o desafio, que vai-se tornando menos assustador do que se pensava. Passamos por pontes e passagens e vamos alcançando lugares mais altos.
O templo é uma mescla de elementos taoístas, confucianos e budistas, contendo diversas estátuas de ferro, pedra e bronze de deuses das três orientações filosóficas.
Ao contrário do que se poderia pensar, é raro o visitante local que demonstra de forma evidente objetivos "espirituais" na sua visita. Nota-se, essencialmente, que as paragens por sítios destes têm mais a ver com fins turísticos do que com meditação, oração... Poucos são os que se avistam em momentos dedicados à espiritualidade.
Por entre subidas e descidas vamos servindo de cenário para os inúmeros chineses que nos querem fotografar. Há até os que se penduram em nós sem mais nem menos. Afinal a China é um mundo à parte...